Baboseira científica: Como a ciência é usada para enganar o público


Você sabia que havia um estudo chocante publicado na Biblioteca Pública do Jornal de Ciências, que descobriu que “até 72%” dos cientistas admitiram que seus colegas estavam envolvidos em “práticas de pesquisa questionáveis” e que apenas mais de 14% estavam envolvidos em “falsificação” definitiva?

Se isso não é ruim o suficiente, entre 1977 e 1990, a FDA encontrou falhas científicas em 10% a 20% de todos os estudos que auditaram.

Mas fica ainda pior; cientistas da empresa de biotecnologia Thousand Oaks, Amgen, tentaram verificar os resultados de 53 estudos publicados em seus campos de pesquisa sobre câncer e biologia do sangue.

O que eles encontraram foi chocante; apenas 6 dos 53 estudos podem ser comprovadamente válidos. Isso significa que quase 90% eram falhas, mas passaram ao público como fatos.

Em outras palavras, há muita besteira científica flutuando por ai meus amigos.

Para ver a publicação completa recomendo que entre aqui: www.suprimatec.com

HQs, Mangás e Graphic Novels (1)

Anúncios

3 comentários sobre “Baboseira científica: Como a ciência é usada para enganar o público

Participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s