Estrela em uma jarra: O Reator de Fusão Funciona e Promete Energia Infinita


  • Novos testes verificam que o dispositivo de energia de fusão Wendelstein 7-X da Alemanha está no caminho certo para suspender o plasma em campos magnéticos.

reator

Durante várias décadas, cientistas de todo o mundo têm perseguido um objetivo ridiculamente ambicioso: eles esperam desenvolver um reator de fusão nuclear que geraria energia da mesma maneira que o sol e outras estrelas, mas aqui na Terra.

Incorporada em usinas terrestres, esta tecnologia “a estrela em um jarro” proporcionaria essencialmente à Terra energia ilimitada e limpa, para sempre. E de acordo com novos relatórios fora da Europa esta semana, nós apenas demos outro grande passo para que isso aconteça.

Em um estudo publicado na última edição da revista Nature Communications, os pesquisadores confirmaram que o dispositivo de energia de fusão Wendelstein 7-X (W7-X) da Alemanha está no caminho certo e funcionando como planejado. O sistema de espaço-idade, conhecido como um stellerator(Reator Estelar), gerou seu primeiro lote de plasma de hidrogênio quando foi disparado pela primeira vez no início deste ano. Os novos testes basicamente deram aos cientistas a luz verde para avançar para a próxima fase do processo.

Funciona assim: Ao contrário de um reator de fissão tradicional, que divide átomos de elementos pesados para gerar energia, um reator de fusão funciona fundindo os núcleos de átomos mais leves em átomos mais pesados. O processo liberta enormes quantidades de energia e não produz resíduos radioativos. O “combustível” usado em um reator de fusão é hidrogênio simples, que pode ser extraído da água.

No entanto, para alcançar a fusão, os cientistas devem gerar temperaturas extremamente elevadas para aquecer o hidrogênio em um estado de plasma. O plasma é tão quente, que iria queimar instantaneamente material usado para contê-lo. É aí que entra o design stellerator(Reator Estelar). O dispositivo W7-X confina o plasma dentro de campos magnéticos gerados por bobinas supercondutoras arrefecidas até quase zero absoluto. O plasma, com temperaturas acima de 80 milhões de graus Celsius, nunca entra em contato com as paredes da câmara de contenção. Truque legal, isso.

O W7-X é o maior e mais sofisticado stellerator do mundo e atualmente é operado pelo Instituto Max Planck para Física de Plasma na Alemanha. Mas o desenvolvimento do W7-X tem sido um esforço internacional contínuo. Os testes mais recentes foram realizados em colaboração com cientistas do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA.

David Gates principal físico de pesquisa para a divisão de projetos avançados da PPPL, lidera os esforços colaborativos da agência em relação ao projeto W7-X. Em uma troca de e-mails de seus escritórios em Princeton, Gates disse que os testes mais recentes verificam que a “gaiola” magnética W7-X está funcionando como planejado.

“Isso estabelece as bases para as emocionantes operações de plasma de alto desempenho esperadas em um futuro próximo”, disse Gates.

De acordo com Gates, os reatores de fusão nuclear, se devidamente desenvolvidos e implantados, forneceriam ao planeta energia segura, limpa e praticamente inesgotável.

“A fonte de combustível é encontrada na água do mar em quantidades suficientes para durar dezenas de milhares de anos”, disse ele. “O produto residual é o hélio, um gás inerte, um reator de fusão viável, que proporcionaria um recurso energético seguro, abundante e ambientalmente benigno para todas as nações”.

Essa última parte é crítica. Gates disse que está encorajado pelo fato de que o projeto W7-X, e a pesquisa de fusão nuclear em geral, é o resultado de uma estreita colaboração entre cientistas de todo o mundo.

“A fusão é um problema melhor resolvido pelos povos de todas as nações trabalhando em conjunto, já que o mundo inteiro se beneficiará dele”.

Veja os vídeos:

Fonte: Seeker

Anúncios

Uma resposta para “Estrela em uma jarra: O Reator de Fusão Funciona e Promete Energia Infinita

  1. Pingback: A NASA pode ter descoberto um dos mistérios mais antigos do Sol | S U P R I M A T E C·

Participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s