Escala de Kardashev: Como será a vida depois que consumirmos a energia de todo universo?


Você sabe o que é a Escala de Kardashev? Segundo a nossa Wikipédia:

“A Escala de Kardashev é um método proposto pelo astrofísico russo Nikolai Kardashev para medir o grau de desenvolvimento tecnológico de uma civilização. Foi apresentado originalmente em 1964 e utiliza-se de três etapas ou tipos, classificando as civilizações baseado na quantidade de energia coletada, utilizada e processada e seu aumento em escala logarítmica.

As três etapas de Kardashev são:

  • Tipo I – Uma civilização capaz de aproveitar toda a energia potencial de um planeta, aproximadamente 1016 W. A significação real dessa classificação é muito efêmera; a Terra especificamente tem uma capacidade energética de aproximadamente 1.74×1017 W. A definição original de Kardashev era de 4×1012W. (Kardashev definiu o Tipo I como “um nível tecnológico próximo ao nível alcançado atualmente na Terra”, “atualmente” significando 1964). Um planeta tipo I se trataria de uma ecumenópole.
  • Tipo II – Uma civilização capaz de aproveitar toda a energia potencial de uma estrela, aproximadamente 3.86×1026 W. A definição original de Kardashev era de 4×1026 W.
  • Tipo III – Uma civilização capaz de aproveitar toda a energia potencial de uma galáxia, aproximadamente 1036 W. Esta classificação é muito efêmera, já que as galáxias variam enormemente em tamanho, formato e calor emitido. A definição original de Kardashev era de 4×1037 W.

Todas essas civilizações são puramente hipotéticas até o presente momento. Entretanto, a Escala de Kardashev é utilizada pelos pesquisadores do SETI, autores de ficção científica e futurologistas como uma orientação teórica. Fonte: Wikipédia.

Uma cultura intergaláctica

Para medir o nível de avanço de uma civilização, a escala Kardashev incide sobre a quantidade de energia que uma civilização é capaz de aproveitar. Obviamente, a quantidade de energia disponível para uma civilização está ligada ao grau de disseminação da civilização (você não pode aproveitar o poder de uma estrela se você está confinada ao seu planeta natal, e você certamente não pode aproveitar o poder de uma galáxia se você não pode mesmo sair do seu sistema solar).

Em suma, de acordo com a escala de Kardashev, viajantes interstelares = sociedade avançada.

Em artigos anteriores, oferecemos uma visão geral dos vários tipos de civilização: Culturas Subglobais, Galaticas, Culturas Multiverso, etc. Nós já falamos sobre uma Cultura Subglobal, uma Cultura Planetária, uma Cultura Estelar, e uma Cultura Galática. Hoje, queremos falar sobre o que seria como viver em uma Civilização Tipo V, uma cultura que pode aproveitar a energia do cosmos.

Indo além de Kardashev

Eis aqui uma pequena explicação: Kardashev acreditava que uma civilização Tipo IV seria tão avançada que nenhuma espécie jamais poderia chegar a esse nível, então ele não foi além do Tipo III em sua escala. Então, todos nós podemos ir para casa, certo? Essa coisa de escala de Kardashev é apenas isso?

Não é bem assim.

O engenheiro aeroespacial Robert Zubrin opinou sobre o que poderia existir além de escala inicial de Kardashev. Zubrin propôs outras métricas do uso de energia pura que poderiam ajudar espécies sobressaírem além do que uma civilização Tipo III seria capaz de fazer. Uma classificação que ele sugeriu seria simplesmente o “domínio” de um planeta, sistema solar, galáxia, grupo galáctico, etc. Da mesma forma, Carl Sagan sugeriu a adição de uma outra dimensão, além do uso de energia pura: a informação disponível para a civilização. E em seu livro, Mundos Paralelos, Michio Kaku (Edição em português)(Edição em Inglês) discutiu uma Civilização Tipo IV que poderia aproveitar fontes de energia “extragalácticas”, tais como a energia escura.

As duas primeiras são bastante auto-explicativas, mas vamos mergulhar um pouco mais fundo no que isso significaria em realmente aproveitar o poder do cosmos, como Kaku sugere.

Leis desconhecidas da Física

Como observado anteriormente (várias vezes agora), Tipos IV de Civilizações são capazes de aproveitar o conteúdo energético de todo o universo. Isto significa que as sociedades Tipo IV seriam capazes de empreender projetos de proporções gigantescas sobre-humanas, tais como alterar a estrutura do próprio espaço-tempo ou a desaceleração deliberada de entropia. Uma vez podendo manipular o espaço-tempo, raças avançadas poderiam atravessar a expansão acelerada do espaço para chegar ao outro lado do cosmos mais rápido do que a luz pode viajar (algo que nossa própria espécie só pode sonhar, pois atualmente uma viagem para a próxima estrela levaria milhares de anos).

Veja este vídeo abaixo e entenda um pouco sobre o espaço tempo:

Veja abaixo este vídeo que explica um pouco sobre entropia:

Tais povos (extraterrestres?) Provavelmente iria abranger a totalidade do universo. Eles teriam colonizado sistemas de numerosas estrelas e galáxias inteiras. Tal sociedade seria capaz de usar planetas como blocos de construção, movendo-os a fim de criar exatamente o tipo de sistemas estelares que querem viver e fundi-las em conjunto, a fim de criar os tipos exatos de planetas nos quais eles querem viver. Eles seriam capazes de aproveitar toda a produção de energia das estrelas … e até mesmo criá-las.

Isso parece impossível para civilizações como a nossa, pois este tipo de civilização avançada precisaria bater em fontes de energia desconhecidas por nós, e eles teriam que fazê-la usando estranhas (e atualmente desconhecidas) leis da física.

Infelizmente, devido às restrições fundamentais da nossa realidade, devido a física do ser humano, tais realizações poderia estar para sempre fora do nosso alcance. Este nível de avanço pode ser alcançado apenas por seres incorpóreos, tais como membros de Q Continuum de Star Trek, ou os Gallifreyans de Doctor Who.

Q Continuum de Star Trek, uma entidade de poderes ilimitados

Q Continuum de Star Trek, uma entidade de poderes ilimitados

Mas quem sabe. Algum dia, podemos descobrir como usar tecnologias cibernéticas para evoluir em tais seres, ou talvez uma nova física irá desvendar-se, e nós poderíamos comandar o poder de um bilhão de trilhões de sóis.

… Ou talvez as leis imutáveis da física nos proíbam para sempre.

quince

Anúncios

4 Respostas para “Escala de Kardashev: Como será a vida depois que consumirmos a energia de todo universo?

  1. Pingback: A escala de Kardashev e os tipos de civilizações | S U P R I M A T E C·

  2. Pingback: Escala de Kardashev: Como será quando utilizarmos a energia de… tudo | S U P R I M A T E C·

Participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s