Quer aprender novas habilidades duas vezes mais rápido?


Aprender novas habilidades pode demorar bem menos que você imagina, de acordo com um novo estudo.

Aprender novas habilidades pode demorar bem menos que você imagina, de acordo com um novo estudo.

A chave para aprender uma nova habilidade motora – como tocar piano ou dominar um esporte novo – não se resume necessariamente em quantas horas você gasta praticando, mas a forma como você pratica, de acordo com uma nova pesquisa. Os cientistas descobriram que sutilmente variando sua formação, você pode manter o seu cérebro mais ativo durante todo o processo de aprendizagem, e reduzir pela metade o tempo que leva para aprender.

A pesquisa vai um pouco contra a velha premissa de que simplesmente repetir uma habilidade motora continuamente – por exemplo, praticando escalas no piano ou jogar o mesmo nível do seu jogo mais de uma vez – foi a melhor maneira de dominá-la. Em vez disso, verifica-se que pode haver uma maneira mais rápida (e mais agradável) para subir de nível.

“O que descobrimos é que se praticarmos uma versão ligeiramente modificada de uma tarefa que deseja-se dominar, realmente aprenderemos mais e mais rápido do que se você apenas continuar praticando exatamente a mesma coisa várias vezes seguidas”, disse o pesquisador Pablo Celnik, da Universidade Johns Hopkins.

Os pesquisadores descobriram isso, recrutando 86 voluntários para aprender uma nova habilidade – mover um cursor na tela do computador, apertando um pequeno dispositivo, em vez de usar um mouse.

Os voluntários foram divididos em três grupos, e cada um passou 45 minutos praticando isso. Seis horas mais tarde, foi pedido para um dos grupos repetir o mesmo exercício de formação mais uma vez, enquanto outro grupo executava uma versão ligeiramente diferente, que era necessária uma diferente força de aperto para movimentar o cursor.

O terceiro grupo só completou a primeira sessão de treinamento, para que pudessem atuar como controle.

No final do período de treinamento, todos foram testados sobre a precisão e a rapidez com que eles poderiam executar a nova habilidade, e previsivelmente, o grupo controle fez o pior após a sua sessão de treinamento. Mas a surpresa foi que o grupo que tinha repetido a sessão de treinamento inicial, na verdade, fez pior no teste em comparação com aqueles que tinham coisas misturadas e treinados em novas áreas – Na verdade, o grupo que alteraram a sua formação fez duas vezes assim como aqueles que tinha repetido a habilidade original.

Então, como é que isso funciona? Os pesquisadores acreditam que é devido a algo chamado de reconsolidação, que é um processo pelo qual as memórias existentes são recordadas e modificadas com novos conhecimentos. Há muito tempo se sugerido que reconsolidação poderá contribuir para reforçar as habilidades motoras, mas esta é uma das primeiras experiências para testar essa hipótese.

É também por isso os pesquisadores deram aos participantes uma lacuna de 6 horas entre a sessão de treino, antes a pesquisa neurológica mostrou quanto tempo leva para as nossas memórias se reconsolidarem.

“Nossos resultados são importantes porque pouco se sabia antes sobre como a reconsolidação funciona em relação ao desenvolvimento de habilidades motoras. Isso mostra o quão simples manipulações durante o treinamento podem levar a mais rápidas e maiores ganhos de habilidade motora por causa de reconsolidação”, disse Celnik. “O objetivo é desenvolver novas intervenções comportamentais e horários de treinamento que dão às pessoas mais melhorias para a mesma quantidade de tempo de prática.”

Embora não haja vantagem em misturar as coisas com a sua prática, Celnik disse que a chave estava em ajustar as coisas sutilmente – por exemplo, ajustar o tamanho ou o peso de uma bola de bastão de beisebol, raquete de tênis ou de futebol entre as sessões de treino.

“Se você fizer a tarefa alterada muito diferente, as pessoas não recebem o ganho que foi observado durante a reconsolidação. A modificação entre as sessões precisa ser sutil”, ele acrescentou.

Embora estes resultados são muito emocionantes, este estudo apenas testou um particular conjunto de habilidades, e assim mais investigações precisam ser feitas para confirmar as descobertas. Mas se for verdade, encontrar uma maneira fácil de dobrar a taxa na qual as pessoas podem aprender novas habilidades motoras seria um grande negócio.

Além de ajudar a todos nós assinalar todas as nossas 2016 resoluções do ano na metade do tempo, há impactos mais altruístas da pesquisa. Ela tem “fortes implicações para a reabilitação”, escreveram os autores na revista Current Biology. Por exemplo, a nova informação poderia ajudar amputados aprender a usar a sua prótese mais rápido, ou acelerar a recuperação de pessoas que sofreram lesões na coluna vertebral ou acidente vascular cerebral.

Fonte: Sciencealert

 

Anúncios

8 Respostas para “Quer aprender novas habilidades duas vezes mais rápido?

  1. Pingback: Blog’s | Devaneadora de Ideias·

  2. Pingback: Cientistas alegam ter inventado um dispositivo estilo Matrix que envia habilidades para o seu cérebro instantaneamente | S U P R I M A T E C·

Participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s