O século XX ainda não terminou para as operadoras de celular


Paco Torras | PANORA

Quem me conhece sabe que trabalho perto das operadoras de celular há algum tempo. Desde 2001 para ser mais exato. Não tinha TIM Brasil, mal tinha Oi. Vivo e Claro não existiam. Eram dezenas de pequenas operadoras regionais. Entre 2001 e 2003 visitei 18 delas para apresentar minha agência de mobile marketing propondo um modelo de negócio de sucesso na Europa, EUA e até na Oceania. Dei com os burros n’água. Fui chamado de concorrente, operadora tentou tirar cliente meu, riram na minha cara.

OGlobo 081203 Informatica pag 26 O Globo 08/12/2003  Informatica pág 26

E olha que numa época quando o tráfego WAP era cobrado por minuto a R$ 0,31+impostos, o que eu pedia não era grande coisa. Minha demanda mais complexa era reverse billing para SMS. Mas questões técnicas insolúveis nas plataformas de tarifação muitas vezes inviabilizavam qualquer projeto mais inovador mesmo antes de entramos na discussão comercial.

Se não fosse pela boa vontade, visão e principalmente…

Ver o post original 712 mais palavras

Anúncios

4 Respostas para “O século XX ainda não terminou para as operadoras de celular

Participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s